Steve Marcus/Reuters
Steve Marcus/Reuters

Campeão de boxe Johnny Tapia morreu de doença cardíaca, diz relatório

Boxeador de 45 anos foi encontrado morto em sua casa nos Estados Unidos

Zelie Pollon, Reuters

22 de agosto de 2012 | 21h53

SANTA FE, ESTADOS UNIDOS - O pentacampeão mundial de boxe Johnny Tapia morreu de doença cardíaca agravada por medicamentos, concluiu o relatório da autópsia liberado nesta quarta-feira.

O boxeador de 45 anos, encontrado morto em sua casa em Albuquerque, no Novo México, em 27 de maio, morreu em decorrência de complicações de doença cardíaca hipertensiva. Remédios também contribuíram para a morte, afirmou o relatório. A causa da morte foi um acidente.

Mais cedo nesta quarta-feira, a mulher de Tapia divulgou os resultados, dizendo que seu marido morreu de doença cardíaca e que não tinha drogas ilegais em seu organismo.

Ele ganhou destaque no final dos anos 1980 e ganhou cinco campeonatos mundiais de boxe em três classes de peso: super-mosca, peso-galo e peso-pena.

Tudo o que sabemos sobre:
BOXETAPIAMORRE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.