Bill Kostroun|AP
Bill Kostroun|AP

Campeão do Super Bowl em 2010 é assassinado após briga de trânsito

Will Smith morre três anos após se aposentar pelos Saints

Estadão Conteúdo

10 de abril de 2016 | 11h24

Uma tragédia chocou o futebol americano na noite do último sábado. O ex-jogador Will Smith, campeão do Super Bowl em 2010 com o New Orleans Saints, foi assassinado a tiros depois de se envolver em uma briga de trânsito após um acidente em Nova Orleans. A NFL (principal liga da modalidade nos Estados Unidos) confirmou as informações na manhã deste domingo.

Smith jogava na posição de defensive end e atuou por toda a carreira no Saints, que o selecionou no Draft de 2004 e o empregou até 2013. Em 2010, ele participou da vitória por 31 a 17 sobre o Indianapolis Colts que deu o título da NFL à franquia. Também foi selecionado para o Pro Bowl (jogo das estrelas da liga) em 2006.

Segundo informações da NFL, o carro em que Smith estava ao lado de sua esposa foi tocado na traseira por outro veículo e, com o impacto, acertou outro carro que estava à sua frente. Irritado, o ex-jogador discutiu com o responsável pelo acidente, que então sacou a arma e disparou.

"Em nome da família Smith, nós estamos agradecidos pelo imenso apoio e preces. Nós pedimos que vocês continuem a respeitar a privacidade da família durante seu luto pela perda de um marido, pai e amigo devoto", pediu a família do ex-atleta em comunicado.

A esposa de Smith, Racquel, também foi baleada com dois tiros na perna e foi levada ao hospital. O ex-jogador foi declarado morto no local. O responsável pelos disparos, que tem 30 anos e não teve a identidade revelada, foi detido e está preso. Sua arma também foi apreendida.

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
Futebol Americano

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.