Campeão olímpico é efetivado no comando da seleção russa de atletismo

Campeão olímpico dos 800 metros nos Jogos de 2004, Yuri Borzakovsky foi efetivado nesta segunda-feira como treinador da seleção russa de atletismo, sendo encarregado de reconstruir uma equipe fortemente atingida por recentes escândalos de doping.

Estadão Conteúdo

06 de abril de 2015 | 13h29

Borzakovsky, de 33 anos, assumiu a função interinamente em fevereiro, depois que Valentin Maslakov deixou o cargo após uma série de casos de doping e acusações envolvendo atletas russos.

"Hoje, uma ordem foi assinada por Vitaly Leontyevich Mutko (ministro dos Esportes da Rússia) nomeando Yuri como treinador principal", disse o porta-voz da Federação de Atletismo da Rússia, Alla Glushchenko. Ele acrescentou que a "principal tarefa" de Borzakovsky será preparar a equipe da Rússia para o Campeonato Europeu, em junho, e, posteriormente, para os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio.

Borzakovsky assume a tarefa num momento em que a equipe russa permanece sob investigação por parte da Associação Internacional de Federações de Atletismo e da Agência Mundial Antidoping após a exibição de um documentário, transmitido por uma TV alemã em dezembro, com acusações de que há um esquema de doping sistemático na Rússia, facilitado por dirigentes da federação e até mesmo pelas autoridades antidoping do país.

Quatro atletas russos donos de medalhas de ouro olímpicas já foram suspensos por doping neste ano, se somando a uma série de outros casos no país. Borzakovsky disse estar confiante que a Rússia agora tem uma "nova equipe e todos nela estão limpos".

Tudo o que sabemos sobre:
atletismoRússiaYuri Borzakovsky

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.