Reuters/ Kiyoshi Ota
Reuters/ Kiyoshi Ota

Campeão olímpico e mundial é segundo na Maratona de Tóquio

Endeshaw Negesse, da Etiópia, é campeão no Japão; Kiprotich, ouro em Londres, e queniano Chumba completam o pódio

Estadão Conteúdo

22 de fevereiro de 2015 | 14h22

Campeão olímpico em Londres/2012 e Mundial em Moscou/2013, Stephen Kiprotich, de Uganda, chegou em segundo na Maratona de Tóquio, uma das mais tradicionais do calendário internacional, neste domingo. A vitória ficou com o etíope Endeshaw Negesse, que completou a prova em 2 horas e 6 minutos cravados.

Kiprotich brigou passo a passo pelo segundo lugar e cruzou a linha de chegada em 2h06min33s, apenas um segundo à frente do queniano Dickson Chumba, campeão de Tóquio em 2014 e dono do melhor tempo da história da prova.

Pela primeira vez em Tóquio, dois atletas do mesmo país foram ao alto do pódio. Isso porque o título feminino ficou com a também etíope Berhane Dibaba, que completou em 2h23min15s. Helah Kiprop, do Quênia, ficou com a prata e Tiki Gelana, da Etiópia, com o bronze. Nenhum brasileiro competiu no pelotão de elite.

Tudo o que sabemos sobre:
atletismoMaratona de Tóquio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.