Campeão, técnico pede demissão da Nigéria

O título da Copa Africana de Nações não foi suficiente para convencer o técnico Stephen Keshi a continuar no comando da Nigéria. Ele revelou ontem ter entregue sua carta de demissão aos dirigentes logo depois da vitória por 1 a 0 sobre Burkina Fasso. Keshi era alvo de severas críticas por parte dos cartolas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.