''Campeão terá de vencer duas fora''

Eis a fórmula de Luxemburgo para o Palmeiras levar seu 5.º Nacional

Sílvio Barsetti, RIO, O Estadao de S.Paulo

27 de outubro de 2008 | 00h00

Vencer dois jogos fora e fazer o dever de casa. Na matemática do técnico Vanderlei Luxemburgo, essa é a fórmula que levará o time do Palmeiras a chegar à última rodada em condições de conquistar o quinto título do Campeonato Brasileiro. Vote: qual time vai ser o campeão? Ele não quer falar mais da derrota de sábado para o Fluminense, por duros 3 a 0, e pede todo o apoio da torcida para o jogo de quarta-feira, contra o Goiás, no Palestra Itália. O treinador sentiu-se mais aliviado com o revés do Palmeiras para o time carioca depois que o Atlético-PR derrotou o Cruzeiro, por 1 a 0, na Arena da Baixada, em Curitiba. "Faltam sete rodadas e quem ganhar dois jogos fora de casa deve conquistar o campeonato", comentou Luxemburgo, que vai entrar na torcida para que o Grêmio não vença o Cruzeiro no Mineirão e o São Paulo tropece no Engenhão contra o Botafogo na abertura da 32ª rodada, quarta-feira à noite. "Ainda vai acontecer muita coisa no campeonato. Estamos jogando com a tabela nas mãos", disse o treinador palmeirense. O time deixou o G4 do Campeonato Brasileiro depois de 14 rodadas e ocupa agora a quinta posição. Depois de enfrentar o Goiás, em casa, o time de Palestra Itália joga, pela ordem, com Santos (na Vila Belmiro), Grêmio (em casa), Flamengo (no Maracanã), Ipatinga (em casa), Vitória (no Barradão) e Botafogo (novamente em casa). "Cada jogo é uma história e isso vale para os adversários também", disse Luxemburgo.De acordo com o treinador, nada acrescenta, após uma derrota como a de sábado, achar que o time do Palmeiras tem muitos defeitos e não há tempo para corrigi-los. "É sempre uma situação diferente. Quando perde, alguém diz que o ataque não está fazendo gols, que o time não está cruzando (a bola sobre a área), que está com excesso de toques laterais..." DE VOLTAPara derrotar o Goiás, o técnico vai poder escalar Diego Souza, cuja ausência contra o Fluminense foi muito sentida, principalmente pelos atacantes Kléber e Alex Mineiro. Diego e o zagueiro Roque Júnior foram expulsos no clássico da semana retrasada contra o São Paulo. Assim como o meia, o defensor pentacampeão mundial também tem volta assegurada na quarta-feira. Martinez levou o terceiro cartão amarelo no Maracanã e não atuará contra o Goiás.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.