Fábio Motta/ Estadão
Fábio Motta/ Estadão

AO VIVO

Confira tudo sobre a Copa do Mundo da Rússia 24 horas por dia

Campeãs olímpicas, Martine e Kahena são indicadas ao prêmio de velejadoras do ano

Atletas podem repetir o feito de Robert Scheidt, premiado em 2001 e 2004, e Torben Grael, escolhido em 2009

Estadão Conteúdo

03 Outubro 2016 | 17h06

Campeãs olímpicas na classe 49erFX nos Jogos Rio-2016, Martine Grael e Kahena Kunze foram indicadas nesta segunda-feira ao prêmio destinado aos melhores velejadores do ano, entregue pela Federação Internacional de Vela. Elas já ganharam esse prêmio em 2014, temporada na qual se sagraram campeãs mundiais.

Entregue desde 1994 a velejadores não apenas de classes olímpicas, mas também da vela de oceano, o prêmio tem duas categorias: masculina e feminina. Entre os homens, o Brasil venceu em 2001 e 2004 com Robert Scheidt e em 2009 com Torben Grael, pai de Martine.

Agora, em 2016, as brasileiras concorrem com a holandesa Marit Bouwmeester (da Laser Radial), a argentina Cecilia Carranza Saroli (da Nacra17), as britânicas Hannah Mills e Saskia Clark (470 Feminina) e a francesa Charline Picon (RS:X). Todas foram campeãs olímpicas no Rio.

Pesa a favor de Martine e Kahena o fato de a vitória delas ter sido a mais emocionante das provas de vela da Olimpíada, com uma chegada apertada contra Alex Maloney e Molly Meech, da Nova Zelândia.

Pela primeira vez, o voto do público vai ajudar a definir os vencedores. Uma votação será aberta pela internet, durante apenas 72 horas. A entrega do prêmio será em 8 de novembro, em Barcelona, na Espanha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.