Dolores Ochoa/ AP Photo
Dolores Ochoa/ AP Photo

Campeões vão reforçar a equipe de Mano

Treinador vai dar chance na seleção principal aos garotos que conquistaram o quinto título no Mundial Sub-20

, O Estado de S.Paulo

22 de agosto de 2011 | 00h00

O título do quinto Mundial Sub-20 pelo Brasil, na noite de sábado, na Colômbia, vai estreitar o convívio de jogadores de base da seleção com os da equipe principal. O técnico Mano Menezes já decidiu que aos poucos começará a levar para o time da Copa de 2014 alguns desses atletas que superaram a desconfiança e a forte seleção de Portugal, numa noite histórica para o futebol brasileiro, em Bogotá.

Mano esteve na Colômbia para prestigiar seu colega Ney Franco, contratado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) com a função de reestruturar as seleções de base. Assistiu à final - vitória do Brasil por 3 a 2, já na prorrogação - depois de seguir na manhã de sábado para o país vizinho num voo fretado pela entidade.

Foi o próprio Mano que aprovou a ideia do presidente da CBF, Ricardo Teixeira, de oferecer uma viagem exclusiva para atletas e comissão técnica voltarem da Colômbia já na madrugada de ontem, logo após o jogo com Portugal. A decisão foi tomada na quinta-feira, durante almoço do dirigente com Mano num restaurante da zona sul do Rio, e não dependia do resultado da partida.

"O grupo está num processo rápido de amadurecimento. Não seria um voo fretado que mexeria com a cabeça dos garotos", declarou Mano.

Ele já relacionou o lateral Danilo, do Santos, para o amistoso de 5 de setembro do Brasil com Gana, em Londres. Embora não tenha tido boa atuação contra Portugal, na decisão, Danilo se saiu bem na competição e passou a ser a primeira opção para a lateral-direita da seleção principal na eventual ausência de um dos dois nomes que parecem absolutos na posição: Daniel Alves e Maicon, que ficou fora por causa de uma lesão no joelho direito.

Um dos alvos de Mano é o atacante Henrique, do São Paulo, eleito o melhor do Mundial. O jogador também foi o artilheiro da competição, com 5 gols.

Chance para Oscar. O técnico da seleção principal também deve dar oportunidades nos próximos meses a pelo menos outros três atletas da Sub-20: o goleiro Gabriel, do Cruzeiro, o volante Casemiro, do São Paulo, e o meia-atacante Oscar, do Internacional, o grande nome da decisão, autor dos três gols do Brasil - o último, muito bonito, quando tentou cruzar da direita e encobriu o goleiro de Portugal..

Phillippe Coutinho, outro titular campeão do mundo, também está nos planos de Mano Menezes. O jogador da Inter de Milão já esteve no time de cima, em amistoso disputado em outubro do ano passado, contra o Irã, quando atuou ao lado de Robinho e Alexandre Pato.

O técnico tem como objetivo fundamental formar um time para a Copa de 2014. Antes, porém, Mano vai tentar a inédita medalha de ouro para o Brasil nos Jogos de Londres, ano que vem. Para a Olimpíada, a base vai ser a equipe que voltou da Colômbia com o título da Sub-20.

Desde que foi contratado pela CBF, Mano e a cúpula da entidade definiram que o próprio treinador dirigiria a equipe nos Jogos de Londres, se a equipe alcançasse classificação, o que foi sacramentado com um time comandado por Ney Franco.

Veja também: 

linkMano ignora clubes e diz que seleção é prioridade

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.