Gene J Puskar/AP - 26/02/2010
Gene J Puskar/AP - 26/02/2010

Canadá e EUA se reencontram na decisão do hóquei

Equipe canadense vence a Eslováquia por 3 a 2, enquanto americanos liquidam a Finlândia por 6 a 1

AE, Agencia Estado

27 de fevereiro de 2010 | 11h31

O Canadá conseguiu garantir na noite de sexta-feira a tão esperada revanche contra os Estados Unidos na final do hóquei masculino dos Jogos Olímpicos de Inverno, em Vancouver. Pelas semifinais do torneio, o time canadense contou com o apoio da torcida para vencer a Eslováquia por 3 a 2, se garantindo na decisão contra os norte-americanos, que golearam a Finlândia por 6 a 1.

A final entre Estados Unidos e Canadá marcará a última disputa dos Jogos, neste domingo. Além de significar uma revanche para os canadenses, que perderam na fase de classificação por 5 a 3, a decisão também pode ter sabor de vingança para o outro lado. Em 2002, na Olimpíada realizada em Salt Lake City, foi o Canadá que conquistou o ouro em cima do time norte-americano, na casa da adversário.

Além da definição dos finalistas no hóquei masculino, a sexta-feira em Vancouver também garantiu a hegemonia no quadro de medalhas aos anfitriões. Mesmo perdendo a final do curling feminino para a Suécia, o Canadá garantiu dois ouros na patinação. Nos 500 metros, Charles Hamelin contou com a desclassificação do norte-americano Apolo Ohno, campeão olímpico em 2006, para vencer a prova. O segundo ouro veio no revezamento masculino de 5 mil metros.

Com as conquistas, os canadenses somam agora dez ouros nos Jogos, superando a Alemanha, que tem nove, e os Estados Unidos, que venceram oito provas. A equipe norte-americana, porém, é a que ganhou mais medalhas - 34 no total, sendo 13 de prata e mais 13 de bronze. Os alemães têm 27 medalhas, enquanto o Canadá soma 21. Também no topo do quadro está a Noruega, com oito ouros e 20 medalhas.

Alemanha e Noruega seguem bem porque conquistaram mais um ouro cada uma nesta sexta-feira. Maria Riesch foi a responsável pela medalha alemã, vencendo a prova do slalom especial no esqui alpino. Já os noruegueses foram os melhores no revezamento 4x7,5km do biatlo masculino.

Completando as conquistas douradas do dia em Vancouver, a chinesa Wang Meng se destacou ao vencer a sua terceira prova na patinação. Depois de triunfar nos 500 metros e no revezamento de 3 mil metros, a atleta da China ganhou também os mil metros. No slalom gigante paralelo do snowboard, a holandesa Nicolien Sauerbreij levou o ouro.

Quadro de Medalhas:

1.º - Canadá - 10 ouros, 7 pratas e 4 bronzes; total = 21

2.º  - Alemanha - 9 ouros, 11 pratas e 7 bronzes; total = 27

3.º  - Estados Unidos - 8 ouros, 13 pratas e 13 bronzes; total = 34

4.º  - Noruega - 8 ouros, 6 pratas e 6 bronzes; total = 20

5.º  - Coreia do Sul - 6 ouros, 6 pratas e 2 bronzes; total = 14

6.º  - Suíça - 6 ouros, 0 prata e 2 bronzes; total = 8

7.º  - China - 5 ouros, 2 pratas e 4 bronzes; total = 11

8.º  - Suécia - 5 ouros, 2 pratas e 2 bronzes; total = 9

9.º  - Áustria - 4 ouros, 5 pratas e 6 bronzes; total = 15

10.º  - Holanda - 4 ouros, 1 prata e 2 bronzes; total = 7

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.