Canadense se diz pronto para vencer Bolt no Mundial de Atletismo de Londres

Andre De Grasse fez a declaração na véspera de competir na etapa de Diamond League

O Estado de S.Paulo

07 de junho de 2017 | 15h10

O velocista Andre De Grasse disse, nesta quarta-feira, em Roma, que está pronto para vencer o multicampeão Usain Bolt, tricampeão olímpico nos 100 e 200 metros, no Mundial de Atletismo de Londres, que será disputado no mês de agosto. O canadense, de 22 anos, fez a declaração na véspera de competir na etapa de Diamond League na capital italiana, nesta quinta-feira.

"Estou tentando vencer este ano. Sinto que tenho uma grande chance e é o que quero fazer. Sinto que tenho grandes chances em dois eventos, nos 100 ou 200 (metros). Se executar a minha corrida, e estou na minha melhor forma, posso conseguir", destacou De Grasse, em entrevista à agência de notícias Associate Press.

O canadense foi medalhista de prata na prova dos 200 metros dos Jogos do Rio-2016 - ficou somente atrás de Bolt - e bronze nos 100 metros, competição que terminou com a vitória do jamaicano e a medalha de prata para o norte-americano Justin Gatlin.

De Grasse, que até pressionou Bolt nos 100m no Rio, afirmou que não tem uma estratégia especial para superar o jamaicano, de 30 anos, que já se tornou uma lenda do esporte. O corredor frisa que o desempenho nas competições pode ser afetado por uma série de fatores.

"Nenhuma ideia. É um jogo de ninguém. É sempre sobre o clima, as condições e coisas desse tipo. Mas obviamente farei uma corrida bem executada. Tenho que estar no topo da minha corrida. Se puder fazer isso, conseguirei um feito especial. Se puder ter um excelente começo de prova e conseguir manter a liderança, será ótimo. Minha velocidade máxima é boa. Trata-se de encontrar os elementos certos e partir para a vitória", declarou o canadense De Grasse.

Em Roma, o maior desafio de Andre de Grasse deverá ser contra o francês Christophe Lemaitre, medalhista de bronze na Rio-2016. O canadense também terá pela frente o italiano Filippo Tortu, de 18 anos, medalha de prata nos 100 metros no Mundial de Atletismo Sub-20 do ano passado, realizado na Polônia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.