Cansaço vira o grande adversário do Corinthians

Time está desgastado com sequência de jogos decisivos e pequenas lesões já incomodam

Fábio Hecico, O Estadao de S.Paulo

29 de maio de 2009 | 00h00

Descanso virou palavra de ordem no Corinthians. O time está esgotado com a série de jogos decisivos e começa a sofrer com as pequenas lesões ocasionadas pelo excesso de esforço. Dos 11 titulares, nove estão com algum tipo de problema muscular e a corrida é contra o tempo para colocá-los em campo diante do Vasco, quarta-feira, no Pacaembu, na decisão de vaga na final da Copa do Brasil.A "recuperação" começou na quarta-feira à noite, logo após o empate por 1 a 1 com os cariocas no Rio. Hoje, uma reunião entre a comissão técnica define qual titular encara o Santos, no domingo. Mano Menezes acenou com a possibilidade de usar só reservas, mas correria risco forte de tropeço vexatório."Uma coisa eu posso te dizer, vamos ter 11 jogadores em campo no domingo", brinca o preparador físico Valmir Cruz, ao falar do desgaste do time. "Estamos muito cansados, por isso optamos por uma viagem (retorno do Rio) mais tarde, deixando os jogadores dormirem até mais tarde e com uma alimentação melhor", diz.Felipe, Cristian e Dentinho sentem dores nos joelhos, Chicão no tornozelo, William na planta do pé, André Santos na virilha, Elias e Jorge Henrique na coxa e Ronaldo na panturrilha. "E o Alessandro ainda sofre com uma pequena gripe", observa Valmir. Um time inteiro entregue aos médicos."Se tivéssemos jogo amanhã (hoje) eu não teria chances de entrar em campo", afirma Jorge Henrique, que sofreu uma fisgada na coxa ao dar o passe para o gol de Dentinho. "Vou fazer um exame para ver a gravidade, mas espero poder jogar na quarta-feira. Ainda não sei, dói e incomoda muito.""Eu quero jogar e, se o Mano precisar para domingo, estou à disposição", garante o volante Elias, que já havia sido poupado em rodadas anteriores. "Não perco uma decisão por nada. A dor a gente supera", garante Cristian, que vem jogando com uma proteção no joelho.Até o goleiro Felipe, presente em todos os 34 jogos no ano, começa a sofrer. "Venho sentindo uma dorzinha chata no joelho.""Vamos ver quem joga, eu não saberia dizer agora quem teria condições", diz Cruz. Uma missão a mais para o Corinthians defender, diante do Santos, a invencibilidade em clássicos no ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.