Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Canto, Camilo, Derly e Guilheiro também classificam ao Pan

Flávio Canto e Tiago Camilo, os principais dois judocas em atividade no Brasil, também garantiram suas vagas nos Jogos Pan-Americanos de 2007, no Rio de Janeiro. Os dois decidiram o título na categoria meio-médio na Seletiva que está sendo disputada em Belo Horizonte (MG) e Canto garantiu o primeiro lugar graças a uma imobilização sobre Camilo.A vitória foi um alívio para Flávio Canto, que começou o torneio com uma derrota. "Quando perdi comecei a imaginar minha vida sem o judô, o que eu faria se não me classificasse, como seria continuar sem o sonho do Pan no Rio. Afinal, não sou mais um menino que pode se dar ao luxo de perder um, dois anos e depois voltar. Tenho 30 anos", afirmou o medalhista de bronze em Atenas 2004. Ele é dono também de três medalhas em Jogos Pan-Americanos (bronze em 95, prata em 99 e ouro em 2003)."Lutamos um contra o outro há tempos e é sempre duro. Ninguém sabe o que pode acontecer nas competições internacionais, que vão decidir quem vai ao Pan. Não vou nem pensar em férias. Agora é trabalhar para fazer uma boa temporada na Europa e garantir a vaga", comentou o derrotado Camilo. Os dois agora também terão de escolher qual grupo da seleção brasileira irão integrar para os treinos do ano que vem.Quem também mostrou força é Leandro Guilheiro, medalhista de bronze em Atenas 2004. Recuperado de três cirurgias, ele garantiu a vaga na categoria peso leve vencendo todas as lutas que disputou. "O ano de 2006 não começou bem para mim. Tive de operar o ombro e não pude participar do Pan por conta da recuperação. Me sinto muito bem agora", disse. "Antigamente não dava a devida importância para o Pan. Hoje sei que é uma competição muito importante, ainda mais por ser em casa, e também valerá como classificação para Pequim 2008", avaliou. Junto com Guilheiro se classificou Pedro Guedes. Os outros classificados garantidos são o campeão mundial João Derly, que mesmo com uma lesão no ombro e uma na virilha, venceu Leandro Cunha, o outro classificado. A vitória sobre seu reserva na temporada passada só veio após o golden score, na decisão dos árbitros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.