Capoeirista faz preliminar de Jones x Rampage

Radicado nos Estados Unidos desde 1994, pernambucano Júnior Assunção volta ao maior evento de MMA para encarar o havaiano Eddie Yagin, em Detroit

PAULO FAVERO, O Estado de S.Paulo

24 de setembro de 2011 | 03h05

Depois de um show brasileiro na última edição, no Rio de Janeiro, o UFC desembarca novamente nos Estados Unidos, em Denver, justamente o local em que tudo começou, em 1993. Naquela ocasião, apenas Royce Gracie representou o País. Desta vez, no UFC 135, que tem como luta principal o confronto entre Jon Jones e Quinton "Rampage" Jackson, que vale o título da categoria meio-pesado, o único brasileiro será o pernambucano Júnior Assunção, que volta ao evento após quatro anos de ausência. "Esperei com paciência este momento e estou preparado."

Ele vive nos EUA desde 1994 e vai enfrentar o estreante Eddie Yagin, do Havaí. Júnior espera mostrar que tem condições de permanecer no UFC e conta que amadureceu nestes anos de exílio, nos quais passou lutando em eventos menores. "O Júnior de quatro anos atrás só estava empolgado em lutar no UFC, não estava preocupado em ganhar ou perder. Era um menino em um parque de diversão. Hoje sou um homem, completamente diferente, e quero ser campeão, fazer meu nome, meu pé de meia", disse o lutador, que começou na capoeira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.