Carioca é quem prepara base do Rubio

Gamarra não esconde que espera retorno do dinheiro investido na formação e venda de jogadores. São 205 meninos espalhados entre as categorias sub-14 e sub-20. O responsável por deixá-los preparados para eventual chamado do time profissional é o brasileiro Agnelo Gonçalves, preparador físico de 30 anos que começou no Botafogo e tem passagem por Vasco e CFZ. Ele trabalha ao lado do argentino Miguel Pavani, olheiro do Rubio Ñu, que seleciona os garotos e os encaminha para Agnelo.

ASSUNÇÃO, O Estadao de S.Paulo

22 de março de 2010 | 00h00

"Vim por um desafio. Meu objetivo é formar com qualidade. Aqui, no Paraguai, eles têm uma cultura diferente de treinos, sem variação de ritmo, e não aceitam coisas que vêm de fora. Aos poucos estou conseguindo implantar minha forma de trabalho", diz. "Como a intenção do clube é revelar, isso aumenta minha responsabilidade." Agnelo fez uma planilha com as condições dos meninos. Um a um, todos passaram por uma triagem e, agora, têm seus dados informatizados. "Esse histórico vai ajudar até na hora de serem negociados." /F.H.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.