Cariocas vão abrir suas casas para turistas durante o Pan

O programa de hospedagem domiciliar incentivado pela prefeitura do Rio já cadastrou centenas de residências aptas a receber turistas durante os Jogos Pan-Americanos de 2007. E até mesmo comunidades carentes têm se mobilizado para abrigar visitantes no período das competições. Uma delas, a Vila Canoas, em São Conrado, zona oeste da cidade, vai oferecer estadia para 60 turistas, todos estrangeiros. A gerente administrativa Eneida Santos já reservou sua quitinete para duas pessoas e aguarda ansiosa a confirmação dos hóspedes. Ela coordena o projeto Favela Receptiva, em Vila Canoas, e treina os anfitriões com noções básicas de etiqueta. ?Todos recebem orientações sobre como servir o café da manhã, como arrumar a casa, e dicas para não deixar objetos pessoais na casa, como escovas de dentes, por exemplo.?A diária em Vila Canoas vai girar em torno de R$ 100 e será uma oportunidade rara para que 20 famílias reforcem o orçamento em julho. Há, porém, exigências: água quente e ar-condicionado ou ventiladores são itens obrigatórios em cada casa. Aparelho de televisão, geladeira e rádio também são imprescindíveis. Os turistas devem contar ainda com espaço no guarda-roupa. ?Não pode ter manchas nas paredes, mofo; a roupa de cama precisa ser nova ou pelo menos bem conservada?, explica Eneida. Em sua quitinete, ela vai deixar livre o acesso à internet. ?Na localidade, vamos ter um cybercafé e isso vai ser um atrativo a mais.?Se existe a preocupação de dar conforto aos turistas, não se pode desprezar os cuidados dos que vão receber as visitas. E o primeiro deles é fundamental para a saúde financeira dos proprietários - não devem esquecer de desligar a linha telefônica. ?Ninguém quer ver no mês seguinte uma conta astronômica, com ligações internacionais. É praxe?, conta Eneida, orgulhosa de morar numa comunidade de 3 mil pessoas, onde todos dormem com as janelas abertas. ?Aqui não tem assalto, não tem crime; e nossos hóspedes podem desfrutar de cachoeiras, da Praia do Pepino e de várias trilhas pela mata.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.