Geoff Burke-USA TODAY Sports
Geoff Burke-USA TODAY Sports

Carisma de Flávia Saraiva encanta público e até rivais no Pan

Jovem de 1,33 m está em seu primeiro ano na categoria adulta

NATHALIA GARCIA, ENVIADA ESPECIAL A TORONTO, O Estado de S. Paulo

13 de julho de 2015 | 23h37

A ginasta Flávia Saraiva deu nesta segunda-feira mais uma prova de seu potencial e conquistou a medalha de bronze no individual geral da ginástica artística nos Jogos Pan-Americanos de Toronto. Com 57,050 pontos no total, a brasileira tem mostrado evolução bem rápida em seu primeiro ano na categoria adulta. "Estou muito feliz, não estava esperando essa medalha", disse, ao fim da prova.

Além da capacidade técnica, a atleta de 1,33 m de altura empolgou o público com seu carisma. "Me considero muito carismática, acho que sou feliz", comenta. Flavinha tem encantado até mesmo as suas rivais. "Elas ficam olhando, rindo para mim", conta. "Ela é uma gracinha, eu realmente adorei competir ao lado dela", exaltou a norte-americana Madison Desch, medalha de prata no geral.

O técnico Alexandre Carvalho acredita que essa característica pode ajudar a jovem nas competições. "A ginástica artística é um espetáculo, a atleta tem que ter isso. O carisma ajuda a tirar nota e a gente vem trabalhando com a Flávia. Hoje (segunda) ela competiu como se estivesse no Brasil. Isso faz diferença para ela no resultado final."

E ele já projeta o cenário nos Jogos Olímpicos do Rio: "No Brasil vai ter essa torcida e ela vai ter de lidar com o público muito jovem. Ela tem de segurar essa pressão, isso faz parte da preparação para 2016." A cabeça de Flávia também já está voltada para a preparação olímpica. "Essa competição está sendo muito importante, todas as competições são um treino para 2016."

Notícias relacionadas

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.