Carl Lewis é condenado por dirigir bêbado

O ex-velocista Carl Lewis, nove vezes campeão olímpico, foi condenado neste sábado a três anos de liberdade vigiada e multa de US$ 500 por dirigir acima do limite de velocidade permitido pelas leis norte-americanas. Ele foi flagrado depois de, alcoolizado, bater sua Maseratti no último dia 21 de abril, em uma estrada de Los Angeles.Na ocasião, Lewis foi submetido a um exame toxicológico e ficou comprovado que o nível de álcool em seu sangue ultrapassava os 0,08% permitido no estado da Califórnia. Além da pena e da multa, o ex-atleta será obrigado a participar de 20 reuniões dos Alcoólicos Anônimos, prestar 200 horas de serviços comunitários e assistir 32 horas de um programa de educação contra o álcool aprovado pelo estado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.