Carnavalesco de Londres

Abertura de Olimpíada é, como se sabe, um espetáculo tão imprevisível quanto desfile de escola de samba, mas só há quatro anos surgiu em Pequim o Joãosinho Trinta da cerimônia esportiva.

TUTTY HUMOR, O Estado de S.Paulo

27 de julho de 2012 | 03h03

Depois de Zhang Yimou, o badalado diretor chinês que revolucionou a festa em 2008, Londres escalou outro cineasta, Danny Boyle ('Quem quer ser um milionário'), para renovar a magia que no sambódromo carioca levou mais de uma década para descobrir em Paulo Barros a criatividade do velho mestre dos carnavalescos.

Não vai ser fácil! A julgar pelo que vazou do script na imprensa britânica, Boyle tem na cabeça material para compor um samba do crioulo doido e tanto para inglês ver.

A ideia do enredo 'Ilhas da Fantasia' é, a partir de um texto de Shakespeare, alinhavar uma história protagonizada por James Bond, David Beckham, Paul McCartney e, salvo engano, Sherlock Holmes.

Harry Potter é dúvida, mas é certa a participação da rainha Elizabeth II e de 15 mil figurantes, aí incluídos 12 cavalos, três vacas, duas cabras, dez galinhas, dez patos, nove gansos, 70 ovelhas, três carneiros, um bando de jogadores de críquete, tudo por 27 milhões de libras (R$ 85 milhões).

Imperdível, né não? Pena que vai chover!

Programa do Galvão

O título original é Conexão SporTV, mas Galvão Bueno só se refere à resenha olímpica que ele comandada no canal por assinatura como "Conexão SporTV com cara de Bem Amigos". Vai dizer isso no ar meia dúzia de vezes todos os dias, sempre a partir das 20h, até pelo menos o dia 12 de agosto. Pode conferir hoje à noite se quiser, mas depois não diga que não foi avisado!

Começaram mal

Bem amigos e parentes de primeiro grau do arqueiro Daniel Xavier são as primeiras vítimas do Brasil nesta Olimpíada. Vão todos acordar hoje antes das 5h para prestigiar a prova classificatória de tiro com arco.

Só o que faltava

Com a derrota para o Japão logo na estreia do futebol masculino, sua maior riqueza esportiva, a Espanha já espera um novo rebaixamento pela agência de risco Moody's.

Calma!

O Egito assustou, mas os próximos adversários do time do Mano Menezes, Bielorrússia e Nova Zelândia, são ainda mais fraquinhos em campo.

Ô, raça

Como disse a presidente Dilma em seu primeiro pronunciamento olímpico em Londres, "quando chegar a vez do Rio, faremos a nossa parte". Resta saber se na entrada ou na saída!

Impróprio para menores

Uma coisa chamava a atenção na visita que Dilma Rousseff e sua comitiva fizeram ontem à tarde em Londres aos

estúdios da Record no Parque Olímpico: quem diria que a televisão brasileira mostraria um encontro do bispo

Macedo com o ministro Aldo Rebelo antes do primeiro beijo gay em novelas, né não?

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.