Carpegiani admite tirar Miranda do time titular

O zagueiro Miranda prometeu a Paulo César Carpegiani que estará comprometido com o São Paulo até o dia 30 de junho, quando acaba o seu contrato com o clube e ele vai para o Atlético de Madrid. Mas o treinador não vai esperar até lá para arrumar um substituto.

Marcius Azevedo, O Estado de S.Paulo

12 de janeiro de 2011 | 00h00

Além de pedir à diretoria um novo zagueiro e que o acordo de empréstimo de Alex Silva (termina em 31 de julho) seja prorrogado, ele, aos poucos, vai dar chance para os outros defensores que dispõe no elenco.

A aposta da diretoria é no garoto Bruno Uvini. Apesar de ter apenas um jogo pelo profissional, ele foi convocado pelo técnico Ney Franco para o Sul-americano Sub-20 e há chance de ser o capitão do Brasil no torneio do Peru que vale vaga na Olimpíada de 2012.

Na avaliação da comissão técnico, no entanto, Xandão, contratado no começo do ano passado, está em vantagem porque, apesar de altos e baixos na temporada, mostrou potencial. Renato Silva é o terceiro na briga pela sucessão na Miranda.

Carpegiani também não descarta subir mais garotos da base. No ano passado, na visita que fez ao CFA (Centro de Formação de Atletas) de Cotia, ele gostou de Luiz Eduardo, então na equipe Sub-17. O garoto hoje é titular na Copa São Paulo de Juniores. "Em algum momento vou precisar me preparar para julho. Minha preocupação é essa", afirmou o treinador, ao ser questionado se o zagueiro, já negociado, estaria comprometido. "Se possível, vou tirando o Miranda aos poucos porque sabemos que ele vai sair. Em alguns jogos, quando eu tiver chance, posso deixá-lo fora da equipe."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.