Cartão de visita: trânsito ruim

Inspetores do COI chegaram ontem para vistoria e enfrentaram engarrafamento pela manhã

Bruno Lousada e Sílvio Barsetti, O Estadao de S.Paulo

28 de abril de 2009 | 00h00

No primeiro dia de visita da comissão de avaliação do Comitê Olímpico Internacional (COI), o Rio já mostrou o que lhe é peculiar: hospitalidade e trânsito congestionado. Dois inspetores, entre eles o ex-nadador russo Alexander Popov, sentiram na pele o que é trafegar na cidade em horário de rush. O carro que os conduzia, sem batedores, ficou retido ontem de manhã na Linha Vermelha, via expressa que liga a zona sul à Baixada Fluminense, e no Viaduto do Gasômetro. Eles levaram 50 minutos do Aeroporto Internacional Tom Jobim até o Hotel Copacabana Palace, onde vão ficar hospedados até domingo.Transporte é um dos requisitos básicos para a definição da cidade-sede dos Jogos Olímpicos de 2016 e uma das principais preocupações dos organizadores da candidatura carioca. Tanto é que a data escolhida para a comitiva inspecionar as instalações esportivas e a cidade foi justamente o feriado de 1º de maio, no qual o movimento de carros será bem menor.Para recepcionar os 16 integrantes do COI, o Rio não mediu esforços e fez jus à fama de hospitaleiro. Até o governador Sérgio Cabral e o prefeito Eduardo Paes foram ao aeroporto para as boas vindas. Estavam acompanhados de crianças que ofereceram flores aos visitantes. À margem da Linha Vermelha, jovens de projetos esportivos e sociais da Vila Olímpica da Favela da Maré saudaram os delegados internacionais acenando bandeirinhas verdes e amarelas. A Companhia de Engenharia e Tráfego instalou um painel luminoso perto do aeroporto com mensagens de apoio à candidatura e desejando boa estada aos membros do COI. Sete deles têm direito a voto na eleição de 2 de outubro, quando será anunciada a cidade vencedora. Outros seis são especialistas em temas como segurança, meio ambiente e transporte. Os três restantes são auxiliares técnicos. O objetivo da comissão, até domingo, é observar e questionar os 17 temas que constam no dossiê de candidatura do Rio, como acomodação, estrutura política e econômica, legado, entre outros. Está programada para hoje uma reunião a portas fechadas entre os inspetores, a fim de definir o planejamento de trabalho. Amanhã começa a sabatina com autoridades do poder público. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, vão se reunir com a comitiva na quinta-feira, no Copacabana Palace.No dia 1º, os membros do COI percorrerão o Parque Aquático Maria Lenk, o Estádio João Havelange, o Maracanã, o Complexo de Deodoro e seguirá de metrô da Glória a Copacabana. Até 2 de setembro, eles vão elaborar e divulgar relatório sobre cada cidade para a decisão final da escolha da sede. A equipe já visitou Tóquio e Chicago e ficou impressionada com os dois projetos. Falta ainda vistoriar Madri, a última concorrente, entre os dias 4 e 9 de maio.CALENDÁRIO DA VISITAHoje: reunião da comitiva do Comitê Olímpico Internacional (COI) no Copacabana Palace.Amanhã: começo da sabatina com autoridades do poderpúblico.Quinta-feira: reunião do COI com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e com o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles.Sexta-feira: visita às instalações, como Maracanã, Engenhão e Parque Aquático Maria Lenk.Sábado: coletiva do comitê. Domingo: viagem para Madri.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.