Anrd Wiegmann / Reuters
Anrd Wiegmann / Reuters

CAS anula punição por doping de atleta russa do bobsled nos Jogos de Inverno

Atleta teria ingerido um remédio com substância proibida por indicação da mãe, que é médica

Estadão Conteúdo

08 Outubro 2018 | 10h10

A Corte Arbitral do Esporte (CAS) anunciou nesta segunda-feira que anulou a punição imposta à atleta russa Nadezhda Sergeeva, do bobsled, durante os Jogos Olímpicos de Inverno de Pyeongchang, em fevereiro deste ano, na Coreia do Sul.

A Corte informou que um produto contaminado causou o resultado positivo no exame antidoping de Sergeeva para trimetazidina. Em abril, uma autoridade médica federal russa disse que a atleta teria ingerido um remédio para o coração com a substância proibida, por indicação de sua mãe, que é médica.

Pouco antes do início da Olimpíada em Pyeongchang, Sergeeva posou com uma camiseta com a mensagem "não me dopo", em um vídeo publicitário da empresa que fornece os uniformes para a equipe russa.

Sergeeva, de 31 anos, foi flagrada em uma exame no dia 18 de fevereiro, mas cinco dias antes, em um outro exame, a atleta estava "limpa". Na competição, a atleta russa terminou na 12ª colocação.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.