Carlos Barría / Reuters
Carlos Barría / Reuters

CAS anuncia recurso de mais 3 russos punidos por doping em Sochi

Pedidos foram feitos pela biatleta Olga Zaitseva e as esquiadoras cross-country Yulia Chekaleva e Anastasia Dotsenko

Estadão Conteúdo

11 de dezembro de 2017 | 15h50

A Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês) anunciou nesta segunda-feira que mais três atletas russos, incluindo uma medalhista olímpica de prata, apresentaram recursos ao tribunal contra as sanções impostas por casos de doping nos Jogos de Sochi, em 2014.

+ Rússia diz que atletas do país descartam boicote aos Jogos de Inverno

A CAS explicou que os recursos foram apresentados pela biatleta Olga Zaitseva, que havia conquistado a medalha de prata no revezamento 4x6 quilômetros feminino, e também pelas esquiadoras cross-country Yulia Chekaleva e Anastasia Dotsenko.

As três atletas foram desqualificadas da Olimpíada de Sochi e banidas de todas as próximas edições dos Jogos pelo Comitê Olímpico Internacional (COI). As punições foram impostas após a descoberta de vários casos de doping de atletas russos no evento em 2014. Uma investigação liderada pelo COI comprovou a adulteração das amostras antidoping colhidas durante a competição.

A CAS já registrou 25 recursos interpostos por atletas russos contra a desclassificação dos Jogos de 2014 e a proibição da participação desses atletas nas próximas edições do evento, começando pela de Pyeongchang, na Coreia do Sul, que começará em 9 de fevereiro de 2018.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.