Casaquistão tenta sediar Olimpíada de Inverno de 2022

O Casaquistão, uma ex-república da União Soviética, apresentou uma candidatura para sediar a Olimpíada de Inverno de 2022, na cidade de Almaty. Pavel Novikov, vice-presidente do Comitê Olímpico do Casaquistão, disse que uma carta oficial foi enviada para a sede do Comitê Olímpico Internacional (COI), na Suíça.

AE-AP, Agência Estado

19 de agosto de 2013 | 12h25

Em entrevistas para sites do Casaquistão, ele descreveu o ato como "apenas o primeiro passo", acrescentando que o país tem que realizar um "completo e detalhado trabalho" na segunda fase. Almaty anteriormente se candidatou a sediar os Jogos de Inverno de 2014, mas não fez parte da lista de finalistas do processo, vencido por Sochi, na Rússia.

O COI escolherá a cidade-sede da Olimpíada de 2022 em 2015. Outros concorrentes potenciais incluem Oslo, Munique, Barcelona, uma cidade na Ucrânia, e uma candidatura conjunta da Polônia e Eslovênia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.