Arnd Wiegmann/Reuters
Arnd Wiegmann/Reuters

Catar exibe preocupação com logística se Copa do Mundo de 2022 for ampliada

Conmebol sugeriu, na última quinta-feira, antecipar em quatro anos a ampliação da competição de 32 para 48 seleções

Estadão Conteúdo

14 de abril de 2018 | 17h46

O Catar quer conversar com a Fifa para discutir a viabilidade de aumentar para 48 o número de participantes da Copa do Mundo de 2022, após a entidade manifestar a possibilidade de ampliar um torneio que já enfrentou outros desafios operacionais.

+ Leia tudo sobre a Copa do Mundo 2018

+ América do Sul cresce na reta final para a Copa

+ Rival do Brasil na Copa, Sérvia tem zagueiro vetado pelo resto da temporada

A nação asiática levou dois dias para emitir uma opinião sobre a proposta apresentada pelo membros da Conmebol, na última quinta-feira, de antecipar em quatro anos a ampliação da Copa do Mundo de 32 para 48 seleções.

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, que já garantiu a aprovação da expansão da Copa do Mundo a partir de 2026, disse ser receptivo ao pedido da Conmebol, embora tenha reconhecido a necessidade de se estudar a viabilidade da medida.

Há preocupação com a infraestrutura do Catar com o aumento do número de jogos de 64 para 80. "Antes de qualquer decisão ser tomada, é importante que sejam discutidas as operações e a logística com o aumento do tamanho do torneio no Catar", disse o Comitê organizador da Copa do Mundo do Catar em um comunicado enviado neste sábado à agência de notícias The Associated Press. "Independentemente do resultado, estamos confiantes em nossa capacidade de realizar a Copa do Mundo com sucesso em 2022".

A pequena nação tem apenas oito estádios planejados para o evento e a expansão da Copa do Mundo poderia exigir que os jogos adicionados ao calendário inicial fossem realizados em outros países próximos ao Catar.

O torneio já deve ser disputado em um calendário apertado de 28 dias para minimizar o impacto no calendário europeu. Além disso, ao invés de ser realizado em junho e julho, como é habitual, a Copa do Mundo de 2022 foi transferida pela Fifa para novembro e dezembro por causa do calor extremo do verão no Catar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.