Cathy Freeman anuncia aposentadoria

A velocista australiana Cathy Freeman, campeã olímpica e mundial nos 400m, anunciou neste terça-feira que vai encerrar a carreira. A atleta, de 30 anos, declarou ao diário Sydney Morning Herald, que perdeu a motivação. "Perdi toda a vontade, o desejo e a energia. Por isso não posso continuar", disse. Depois da olimpíada de 2000, a atleta passou por uma série de problemas pessoais e enfrentou seguidas lesões. Voltou a competir em maio do ano passado, mas vinha perdendo performance desde então.Chamada de ?noiva da Austrália?, Freeman viveu seu momento mágico no dia 25 de setembro de 2000, cuando ganhou o ouro olímpico com apoio de 110 mil compatriotas que lotavam o Estádio Olímpico de Sydney. Ela fechou a prova com a marca de 49.11 segundos, vestida com um uniforme curioso, que tinha apenas o rosto descoberto. Com a vitória, ela se transformou na primeira mulher aborígene a conseguir um título olímpico.Em Atlanta/96, aos 23 anos, Cathy Freeman conquistou a medalha de prata nos 400m sendo superada pela francesa Marie-Jose Perec. Antes havia vencido o campeonato mundial de 1997 (em Atenas) e o de 99, em Sevilha.

Agencia Estado,

15 de julho de 2003 | 15h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.