Cavaleiros mais badalados no Athina Onassis

Concurso agora será no Rio

Alberto Komatsu, O Estadao de S.Paulo

28 de julho de 2009 | 00h00

Os três melhores cavaleiros do mundo estarão no Rio, de sexta-feira a domingo, para a disputa do Concurso Internacional Athina Onassis. É uma espécie de Fórmula 1 do hipismo, cuja etapa brasileira era realizada em São Paulo desde 2007. O principal destaque é o canadense Eric Lamaze, atual campeão olímpico, que trará o cavalo que o ajudou a conquistar o ouro em Pequim. Também competirão o alemão Marcus Ehning, líder do ranking mundial, e o belga Jos Lansink, atual campeão do mundo.Essa será a sétima etapa do circuito mundial, que vai contar com a participação de 162 dos melhores cavalos do mundo e do Brasil, avaliados em cerca de R$ 400 milhões.Só nos três dias de realização do evento, orçado em R$ 15 milhões, estima-se que serão movimentados R$ 35 milhões em gastos variados. A Sociedade Hípica Brasileira Brasileira, localizada na Lagoa, na zona sul do Rio, recebeu investimento de R$ 2 milhões para a reforma da pista principal, reservada para a disputa das provas, e para o piso do pátio onde cavalos e cavaleiros farão o aquecimento. A Hípica vai contar com uma área de entretenimento total de 16 mil metros quadrados, que deverá abrigar alguns dos principais integrantes da alta sociedade carioca, conta o presidente e proprietário da Aktuell Comunicação, Rodrigo Rivelino, responsável pela montagem e idealização de toda essa infraestrutura."A realização dessa etapa, no Rio, faz parte do nosso objetivo de consolidar a entrada do Brasil no calendário mundial do hipismo", afirma Rivelino. O espaço de entretenimento vai contar com 12 estandes de marcas de renome, entre restaurantes, lojas de roupa, moda e acessórios. Para a etapa que acontece neste fim de semana, foram reservados 90 apartamentos somente para a comissão técnica no luxuoso Copacabana Palace, hotel oficial do evento.Uma butique de luxo terá um estande e desenvolveu linha específica com o tema "Athina Onassis". Rivelino está otimista e prevê que o evento deva contar com a presença de até 16 mil pessoas nos três dias de competição. Os ingressos para sábado e domingo estão esgotados e há poucos bilhetes para sexta.O ingresso mais barato é o da arquibancada - R$ 100. No camarote, que contará com serviços exclusivos de buffet e bebidas não alcoólicas, o valor é de R$ 350. As mesas com café da manhã, brunch e lanche no período da tarde vão abrigar oito pessoas e custam, cada uma, R$ 16 mil. Rivelino conta que 45% dos ingressos foram vendidos em poucos dias para pessoas de São Paulo, Belo Horizonte e Recife, entre outras capitais.Só o transporte dos cavalos é um capítulo à parte do evento. Para a série internacional da competição, das 104 montarias, 78 vieram do exterior e passaram por Frankfurt. Foi montada no Aeroporto Internacional Antonio Carlos Jobim (Galeão) uma estrutura para receber todos esses animais. Afinal, são as estrelas da competição. Para se ter outra ideia da dimensão do concurso, 700 pessoas estão envolvidas em sua organização e montagem. Coisa fina..

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.