Cavendish vence polêmica etapa da Volta da Itália

O ciclista inglês Mark Cavendish foi o vencedor na nona etapa da Volta da Itália, realizada neste domingo em um circuito urbano em Milão. O resultado, porém, não contará para a classificação da competição. O motivo foi a anulação dos tempos por pedido dos principais atletas, que alegaram falta de segurança no trajeto. Entre os que apoiaram a decisão está o norte-americano Lance Armstrong.

AE-AP, Agencia Estado

17 de maio de 2009 | 15h48

Líder da Volta da Itália, o italiano Danilo Di Luca justificou o pedido. "Nós vimos na primeira volta que o percurso não era seguro. Haviam carros parados no meio da rua, pontos de trânsito e linhas de bonde", relatou o ciclista. "Nós pedimos desculpas, mas o circuito era muito perigoso. Nós não queremos arriscar nossa integridade. Esperamos que os torcedores entendam", completou Di Luca.

Como resultado oficial da nona etapa, todos os ciclistas ficaram com o mesmo tempo que Cavendish levou para percorrer os 165 quilômetros do percurso em Milão: 4h16min13s. Di Luca segue liderando a competição. O italiano está à frente do sueco Thomas Lovkvist, segundo colocado. Armstrong, heptacampeão da Volta da França, aparece em 25.º na competição italiana.

Nesta segunda-feira, os ciclistas terão um dia descanso antes da décima etapa da Volta da Itália, que ao todo terá 21, terminando no dia 31 de maio, em Roma. Na terça, os atletas terão de percorrer um trajeto montanhoso de 262 quilômetros entre as cidades de Cuneo e Pinerolo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.