AFP
AFP

CBAt diz confiar em IAAF após denúncias antidoping

Confederação brasileira emite nota oficial sobre o caso

Estadão Conteúdo

11 Agosto 2015 | 09h21

A Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) emitiu comunicado oficial para oferecer apoio à Associação das Federações Internacionais de Atletismo (IAAF) em um momento em que a entidade máxima da modalidade é acusada de acobertar centenas de casos de doping entre 2001 e 2012. O caso tem sido revelado por reportagens do jornal britânico The Sunday Times e também pela rede de tevê alemã ARD.

"Confiamos na linha de abordagem da IAAF quanto ao caso em questão, sendo a resposta dada às denúncias totalmente esclarecedora. Não vejo qualquer risco quanto a credibilidade do nosso esporte, tendo em vista que a resposta da IAAF foi concisa quanto à falta de apresentação de uma fundamentação necessária para balizar a argumentação da ARD e do Sunday Times", diz o advogado Thomaz Mattos de Paiva.

Ele é responsável pela Comissão Nacional Antidopagem (CONAD) da CBAt e garante que, em conjunto com a Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD), órgão ligado ao Ministério do Esporte, o CONAD "está envidando os melhores esforços para a prevenção e monitoramento dos atletas ligados à CBAt".

"Com o intuito de prevenir a prática do doping, estamos realizando exames fora de competição, com o uso de inteligência e acompanhamento dos atletas. "Todos os atletas hoje considerados olímpicos estão dentro de um programa de monitoramento realizado pela CONAD e pela ABCD, ficando sujeitos a testes sem aviso a qualquer momento", completa Paiva na nota enviada pela CBAt.

As denúncias do jornal britânico e do canal alemão são referentes ao período entre 2001 e 2012. A ABCD só começou a funcionar na prática este ano e apenas em maio teve início, no Brasil, o controle de doping fora de competição.

Mais conteúdo sobre:
atletismodoping

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.