CBAt lança candidatura ao Mundial Juvenil de Atletismo de 2018

Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, é o grande trunfo da Confederação Brasileira de Atletismo; local será palco da Olimpíada 

RONALD LINCOLN JR., O Estado de S. Paulo

29 de janeiro de 2015 | 12h54

A Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) quer aproveitar o potencial esportivo da cidade do Rio no pós-Olimpíada para sediar o Mundial Juvenil de 2018. A candidatura foi lançada nesta quarta-feira pela entidade, que conta com o apoio do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), do Ministério do Esporte, Governo do Estado do Rio e da prefeitura da capital fluminense.

A candidatura ainda deve ser oficializada junto à Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF). A partir daí, serão definidos os encargos necessários à cada cidade que pleiteou o posto.

O Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, é o grande trunfo da CBAt. O local vai ser palco do atletismo da Olimpíada de 2016 e antes disso vai sediar o Campeonato Ibero-Americano. "Se a candidatura for a escolhida, será a primeira vez que realizaremos um Mundial de Atletismo em estádio", disse Toninho Fernandes, presidente da CBAt.

Em julho de 2014, Eugene, nos Estados Unidos, sediou a última edição do Mundial Juvenil de Atletismo. A próxima sede será Kazan, na Rússia, em 2016. O Mundial da categoria juvenil é disputado por jovens de até 19 anos. A cada edição do evento participam cerca de 160 países e 1.500 atletas.

Tudo o que sabemos sobre:
atletismoMundial Juvenil de Atletismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.