Carlos Eduardo Cardoso| Agência O Dia
Carlos Eduardo Cardoso| Agência O Dia

AO VIVO

Confira tudo sobre a Copa do Mundo da Rússia 24 horas por dia

CBF confirma a reabertura do Maracanã no dia 23 para Flamengo x Corinthians

Nota oficial, no entanto, alerta que local receberá o jogo apenas caso haja o recebimento dos laudos técnicos exigidos pelo Estatuto de Defesa do Torcedor

Estadão Conteúdo

14 Outubro 2016 | 07h00

A novela sobre a reabertura do estádio do Maracanã, no Rio, antes do prazo de entrega do Comitê Organizador da Olimpíada e da Paralimpíada, que é o próximo dia 31, acabou. Na final da noite de quinta-feira, a entidade divulgou em seu site oficial a confirmação do local das cerimônias de abertura e encerramentos dos dois grandes eventos mundiais para receber o jogo do Flamengo contra o Corinthians, no próximo dia 23, às 17 horas, pela 32.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

No documento emitido por Manuel Flores, diretor de competições da CBF, há um adendo, no entanto. Nele diz que o jogo não acontecerá no Maracanã caso não haja o recebimento dos laudos técnicos exigidos pelo Estatuto de Defesa do Torcedor. Se eles não forem entregues, o Flamengo deverá escolher um outro estádio no município do Rio de Janeiro ou, se preciso, dentro do Estado do Rio de Janeiro.

Tudo indica, porém, que o Flamengo e o Comitê Organizador do Rio-2016 devem apresentar estes laudos nesta sexta-feira. Assim, a liberação estará concluída e o clube já poderá até começar a venda de ingressos para a sua volta ao Maracanã, estádio onde não joga desde dezembro do ano passado - derrota para o Palmeiras, na última rodada do Brasileirão.

O Maracanã recebeu, as cerimônias de abertura e encerramento da Olimpíada e da Paralimpíada, jogos de futebol feminino e masculino do Rio-2016. Neste ano, em maior, os clubes do Rio atuaram lá somente na decisão do Campeonato Carioca entre Botafogo e Vasco. Agora, o Flamengo deve ser o principal beneficiado com o retorno do estádio, uma vez que vinha mandando suas partidas fora do Rio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.