CBF é condenada a pagar R$ 13 milhões

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) foi condenada pela Justiça do Rio a pagar R$ 13 milhões à Coca-Cola, por quebra do contrato de patrocínio da seleção brasileira de futebol em 2001, segundo o site última instância. Naquele ano, a entidade fechou contrato com o Guaraná Antártica, com quem mantém patrocínio até hoje.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.