CBG convoca atletas para etapa da Copa do Mundo de Ginástica em São Paulo

A Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) anunciou nesta sexta-feira os convocados para compor as seleções masculina e feminina para a etapa de São Paulo da Copa do Mundo de Ginástica Artística, que acontecerá no ginásio do Ibirapuera entre os dias 1.º e 3 de maio. Além do Brasil, outros 13 países estarão presentes. São eles: Alemanha, Argentina, Chile, China, Croácia, Estados Unidos, Finlândia, Hong Kong, Letônia, México, Peru, Portugal e República Dominicana.

Estadão Conteúdo

10 de abril de 2015 | 20h50

A equipe masculina mescla nomes já consagrados, como o campeão olímpico e mundial nas argolas, Arthur Zanetti, e o bicampeão mundial no solo, Diego Hypolito. Completam a lista Francisco Barretto Júnior, Henrique Flores e Pétrix Barbosa. Todos têm no currículo medalhas em etapas de Copa do Mundo. Arthur Nory Mariano também havia sido convocado, mas devido a dores no joelho será substituído.

Já a seleção feminina é formada por um time com a nova geração da modalidade como Flávia Saraiva, que fará a estreia oficial em uma competição pela categoria adulta, e Rebeca Andrade, ambas de 15 anos. Lorrane Oliveira é outra promessa brasileira, assim como Letícia Costa, a mais experiente deste grupo. Mesmo com apenas 19 anos, Letícia já esteve em dois Mundiais adultos.

Georgette Vidor, coordenadora da seleção feminina, está muito animada com essas "novas caras". No último fim de semana, por exemplo, Lorrane e Rebeca conquistaram prata e bronze, respectivamente, na etapa da Eslovênia da Copa do Mundo, na cidade de Liubliana. "Os outros países já ficaram atentos com o que mostramos na Eslovênia", comentou.

"Estamos apresentando nossos novos talentos, que são frutos do investimento que temos feito nos últimos anos. Geograficamente, estamos muito longe de tudo o que acontece no Mundo, por isso essas competições são tão importantes para vermos o nível dos nossos adversários", afirmou Georgette Vidor.

Esta etapa da Copa do Mundo em São Paulo e os eventos que a equipe terá nos próximos meses serão importantes para preparar as meninas para o Mundial deste ano, em outubro, em Glasgow, na Escócia. "Esperamos já apresentar a base do grupo que vai ao Mundial. Ainda temos muito trabalho a fazer, mas evoluímos muito em relação ao ano passado. Essas competições vão ajudar as meninas a chegarem mais seguras no Mundial", disse Georgette Vidor.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.