AFP Photo/ Thomas Coex
AFP Photo/ Thomas Coex

CBG define lista inicial de ginastas da seleção para ciclo da Olimpíada de 2020

Definição aconteceu após a realização de avaliações médicas, físicas e técnicas

Estadão Conteúdo

04 de setembro de 2017 | 13h03

Um ano após os Jogos do Rio, a Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) começa a planejar o ciclo que se concluirá com a disputa da Olimpíada de Tóquio, em 2020. Nesta segunda-feira, a entidade anunciou a lista inicial de atletas que vão compor a seleção do Brasil.

De acordo com a CBG, a relação foi definida após a realização de avaliações médicas, físicas e técnicas, além da participação dos ginastas nas competições nacionais e internacionais.

A relação é composta por Arthur Zanetti, Arthur Nory, Caio Souza e Francisco Barreto Júnior, no naipe masculino, e Thaís Fidelis,

Fabiane Brito, Daniele Hypolito, Flavia Saraiva e Rebeca Andrade, entre as mulheres.

A CBG destacou, porém, que essa lista deverá ser ampliada, tanto que o seu objetivo é contar com 12 ginastas em cada naipe. E a entidade usou como exemplo o caso de Fabiane Brito, de apenas 15 anos, que ganhará uma oportunidade na seleção depois de alcançar as metas estabelecidas pela entidade.

"Esses são os atletas que farão parte da Seleção neste momento, mas o processo seletivo ainda terá continuidade, inclusive este ano, durante o Campeonato Brasileiro de Especialistas em outubro. Todas as competições oficiais da CBG serão avaliativas", afirmou Marcos Goto, coordenador de ginástica artística da confederação.

Além disso, a CBG também pretende trabalhar com outros ginastas pensando na Olimpíada de 2024. "Teremos um grupo controle para 2024 sendo acompanhado paralelamente", explicou Goto.

Tudo o que sabemos sobre:
Ginástica Artística

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.