CBG reduz as competições de Daiane

Daiane dos Santos ainda não definiu qual música irá substituir o Brasileirinho em suas coreagrafias - está entre o samba e a bossa nova. Mas a Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) já decidiu reduzir em 30% a participação da principal ginasta do País nas competições.A medida é preventiva, para evitar uma sobrecarga. Afinal, Daiane optou por não operar o joelho direito no começo do ano e não pode forçar muito se quiser chegar com chances de medalha nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008."A Daiane não tem nada e não sente mais dores no joelho, mas se não fizermos isso, se não a pouparmos, tudo poderá voltar. É isso ou ter que operá-la", explicou a supervisora da seleção brasileira de ginástica, Eliane Martins. "Por exemplo, das três etapas da Copa do Mundo (todas em outubro) que faltam, ela deverá ir a somente uma." A supervisora da seleção ainda explicou que a necessidade de poupar Daiane facilitou o início de um novo projeto da CBG: o de desenvolver novos talentos. Eliane Martins não escondeu o entusiasmo com o atual grupo de 16 ginastas em treinamento e chegou a prever que, em 2008, até Daiane e Daniele Hypólito terão que "suar" para garantir vaga na equipe brasileira da Olimpíada de Pequim.De acordo com o novo planejamento da CBG, as delegações para a disputa das etapas da Copa do Mundo serão formadas por uma ginasta experiente e duas novatas. Daiane, Daniele, Camila Comim e Ana Paula Rodrigues são consideradas as "veteranas" do Brasil.Nesta quinta-feira, no primeiro dia de treinamentos da seleção no ginásio do Flamengo, no Rio, Daiane estava bem descontraída. Ela explicou que está difícil escolher uma música para substituir o tema Brasileirinho, que a acompanha em suas apresentações nos exercícios de solo."Queremos um sambão, mas está difícil achar. Até comprei uns discos de samba-enredo, mas nada. Também estou vendo alguma coisa de bossa nova", contou a ginasta de 22 anos, que provavelmente estreará a nova música no Campeonato Mundial de Ginástica Artística de Melbourne, na Austrália, previsto para ser disputado entre os dias 21 a 27 de novembro. "Brasileirinho tem um ano só, mas não agüento mais. Chega de Brasileirinho!"

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.