CBJ convoca para o Pan de Judô e espera pelo menos 14 medalhas

A Confederação Brasileira de Judô (CBJ) confirmou, nesta quinta-feira, que vai levar força máxima para o Campeonato Pan-Americano de Judô, que vai acontecer entre os dias 22 e 26 de abril em Edmonton (Canadá). Exceto um único caso de lesão, vão os melhores brasileiros de cada categoria no ranking mundial, além de outros quatro atletas escolhidos também por meio do ranking.

DEMÉTRIO VECCHIOLI, Estadão Conteúdo

02 de abril de 2015 | 18h17

"Nossa meta é a mesma do ano passado: ganhar medalhas em todas as categorias", explica o gestor de alto rendimento da CBJ. A expectativa dele é que a seleção ganhe entre quatro e seis medalhas de ouro, número inferior às sete conquistadas em Guayaquil, no ano passado. Naquela edição, o Brasil faturou 16 medalhas. Cuba e Estados Unidos, outras forças do continente, também devem levar força máxima porque o evento vale pontuação alta no ranking mundial.

Para os 18 brasileiros convocados, é uma grande oportunidade de somar pontos no ranking mundial, levando vantagem sobre outros atletas do País. Isso porque o Brasil, como país sede, terá um atleta em cada categoria nos Jogos do Rio-2016 e preferencialmente a escolha será pelo melhor ranqueado.

A ausência mais sentida na delegação que vai para Edmonton é Maria Suelen Altheman, número 2 do ranking, que operou o joelho e está afastada dos tatames. No lugar da santista, a peso pesado brasileira no Campeonato Pan-Americano será Rochele Nunes, 18.ª da lista.

Com quatro vagas "extra", a CBJ escolheu três reservas pelo ranking: Eric Takabatake (oito posições atrás de Felipe Kitadai na categoria até 60kg), David Moura (número 11 entre os peso pesados, categoria na qual Rafael Silva é líder) e Bárbara Timo (25.ª na até 70kg, apenas três posições abaixo de Maria Portela).

A última vaga ficou com Ketleyn Quadros, que aparece no 17.º lugar do ranking mundial na categoria até 57kg, mas desistiu da ingrata tarefa de competir com Rafaela Silva por uma vaga na Olimpíada. A atleta do Minas está inscrita na chave até 63kg, categoria na qual Mariana Silva é 16.ª colocada.

Confira os convocados para o Campeonato pan-americano:

Masculino:

60kg: Felipe Kitadai - Sogipa

60kg: Eric Takabatake - Pinheiros

66kg: Charles Chibana - Pinheiros

73kg: Alex Pombo - Minas Tênis Clube

81kg: Victor Penalber - Instituto Reação

90kg: Tiago Camilo - Pinheiros

100kg: Luciano Corrêa - Minas Tênis Clube

+100kg: David Moura - Instituto Reação

+100kg: Rafael Silva - Pinheiros

Feminino:

48kg: Sarah Menezes - Associação Expedito Falcão-PI

52kg: Érika Miranda - Minas Tênis Clube

57kg: Rafaela Silva - Instituto Reação

63kg: Ketleyn Quadros - Minas Tênis Clube

63kg: Mariana Silva - Minas Tênis Clube

70kg: Barbara Timo - Flamengo

70kg: Maria Portela - Sogipa

78kg: Mayra Aguiar - Sogipa

+78kg: Rochele Nunes - Sogipa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.