Cearense vence 3ª etapa do Supersurf

O campeão da terceira etapa do SuperSurf em Ubatuba na praia de Itamambuca foi o cearense Dunga Neto, que levantou o troféu e ganhou o prêmio de 15 mil reais. Até este domingo, ele não havia conquistado nenhum título no circuito brasileiro de surf profissional. O surfista soube escolher e aproveitar as melhores ondas da temporada, que não decepcionou os atletas na grande final de hoje, seguindo as previsões não poderia ser diferente, as ondas mantiveram 2 metros de altura.Com está vitória sobre Beto Fernandes, que terminou como vice-campeão e conseguiu sua melhor colocação de todos os circuitos de suf. Dunga passa de sétimo para segundo lugar no ranking de surf profissional, encostando no líder Tânio Barreto, que ao ficar em terceiro lugar em Itamambuca, conquistou seu 8º pódio.Ao sair do mar como campeão Dunga Fala, "Está vitória é para calar a boca de gente que fala que sou marolero (pegar onda pequena), eu estava com uma boa prancha, e quando Deus quer, pode aparecer mil coisas contra que não adianta, agora é só perturbar os surfistas que estão lá em cima no ranking." Na final feminina também em Itamambuca quem levou o troféu de campeã e recebou 5 mil reais foi a carioca Andréa Lopes que lidera o ranking do SuperTrials (a segunda divisão do circuito brasileiro de surf profissional) ao lado da Jacqueline Silva. "A final foi difícil tive que passar por duas surfistas locais, mais tinha boas ondas, ao contrário das etapas passadas. Gostei muito deste resultado, estava segura e fazendo as melhores manobras, e na última onda tive muita sorte." Para descontração dos surfistas e dos fãs do SuperSurf, quando a competição chega pela metade acontece duas brincadeiras que também valem dinheiro. Uma delas é a Expression Session que da o prêmio de 800 reais para quem pegar o melhor aéreo, e quem vôou mais alto sobre as ondas foi Edgar Bischof, a competição é disputada com mais de dez surfistas que entram de uma vez só no mar, eles tem apenas 30 minutos para conseguir está manobra. A outra que também vale 800 reais é o Tag Team, para realizar esta disputa eles separam quatro surfistas de cada região para pegarem três ondas cada um, mas apenas o atleta que o chefe de cada grupo escolher para ser o coringa, pode dobrar a sua nota conseguida em uma das ondas. Tem que ser completada em uma hora de duração sem cometer faltas. Esta competição teve a equipe do Nordeste como campeões, que era formada por três homens e uma mulher, Fábio Gouveia, Marcelo Nunes, Fabrício Júnior e Alcione Silva.Depois de Saquarema (RJ), Caucaia (CE) e Ubatuba (SP) a próxima etapa do SuperSurf será em Pernambuco em Porto das Galinhas na praia do Cupe no dia 8 à 12 de agosto deste ano. Na penúltima os surfistas vão para o Rio de Janeiro no dia 12 à 16 de setembro. E encerrando a temporada de 2001 no dia 7 à 11 de novembro, o melhor do circuito brasileiro de surf profissional, SuperSurf, será em Santa Catarina.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.