Wilton Junior / Estadão
Wilton Junior / Estadão

Centro de Treinamento da ginástica artística é inaugurado no Rio

Obra de R$ 2 milhões fica próxima de Parque Olímpico dos Jogos do Rio, terá equipamentos importados e é totalmente climatizado

Marcio Dolzan e Ronald Lincoln Jr., O Estado de S. Paulo

16 de janeiro de 2015 | 13h13

Faltando pouco menos de 20 meses para os Jogos Olímpicos do Rio de 2016, o País finalmente ganhou um Centro de Treinamento (CT) para a ginástica artística. Montado na quadra de aquecimento da HSBC Arena, na Barra da Tijuca, o CT fica a poucos metros do Parque Olímpico. Para ser viabilizado, ele contou com investimento do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) - por meio de lei de incentivo ao esporte - em parceria com a prefeitura do Rio. O custo total é de cerca de R$ 2 milhões.

O novo CT será sede fixa da ginástica feminina, que vinha treinando em Três Rios, no interior do estado. A equipe masculina seguirá seus treinamentos em São Paulo, mas utilizará as dependências do novo CT para a realização de clínicas nos próximos meses.

"Estamos conseguindo trazer a ginástica de volta para a cidade olímpica, dentro da área de aquecimento, no primeiro ginásio brasileiro para a ginástica com ar-condicionado, a 50m do local de competição", enalteceu Marcus Vinícius Freire, diretor executivo de Esportes do COB. 

"Isso pra gente é uma vitória e é uma vantagem. Temos discutido muito quais são as vantagens - e desvantagens - de jogar em casa e uma delas é esta, já conhecer o local de competição, já conhecer as instalações esportivas que serão as dos Jogos, com os aparelhos que serão dos Jogos, e é isso que a gente está dando para a molecada, a condição no mínimo igual à que o adversário dele tem", continuou o dirigente.

O presidente do COB, Carlos Arthur Nuzman, que também preside o Comitê Rio 2016, disse que a inauguração do CT demonstra que o País está se estruturando fisicamente para o esporte de alto rendimento. "O Brasil começou sem nenhum CT do porte deste quando foi eleito sede dos Jogos, e esta construção vai ocorrendo aos poucos, gradativamente. Agora chegou a oportunidade da ginástica", declarou.

O CT será gerenciado pelo COB, e ficaria sob responsabilidade da entidade até março do ano que vem, quando será realizado o evento-teste da ginástica. Mas, durante a solenidade de inauguração, o prefeito do Rio, Eduardo Paes, assegurou que o município manterá a parceria depois desse período.

"A prefeitura do Rio entende que o esporte de alto rendimento tem que ter basicamente financiamento do governo federal. O papel da prefeitura é mais de universalização do esporte. Mas eu quero garantir que este CT daqui não sai, aqui ele vai ficar", afirmou.

O CT Time Brasil de Ginástica Artística conta com salas separadas para o masculino e feminino, sala de reuniões, sala médica e área de convivência, entre outras instalações. Ele é o único do País com climatização. O CT também contará com aparelhos de imagem, que estão sendo importados dos Estados Unidos, e que estão previstos para serem instalados no próximo mês.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.