Divulgação
Divulgação

Centro Pan-americano de Judô recebe lutas entre Brasil e Itália

Equipe italiana composta somente por novatos enfrenta judocas brasileiros em Lauro de Freitas, na Bahia em primeiro evento-teste

O Estado de S. Paulo

26 de novembro de 2014 | 19h23

O primeiro evento-teste do Centro Pan-americano de Judô que foi construído recentemente em Lauro de Freitas, na Bahia, abrigará a disputa entre o Brasil e a Itália no domingo, dia 30.

O grande desafio para os brasileiros será enfrentar oponentes desconhecidos. Mas a judoca Mariana Silva já afirma que isso não irá interferir em sua estratégia. "Na minha opinião, não importa se a adversária é conhecida ou desconhecida", avalia a atleta.

Na categoria leve, o judoca Marcelo Contini (73kg) enfrentará o caçula da delegação europeia, Leonardo Casaglia (73kg). Seu companheiro Davide Pozzi (90kg), de apenas 18 anos, vice-campeão júnior em seu país terá pela frente Eduardo Bettoni (90kg).

Já a integrante mais experiente e vice-campeã italiana, Franscesca Posocco (52kg) ficará frente a frente com Eleudis Valentim pela segunda vez, pela categoria meio-leve. As judocas já lutaram em 2011, na Copa do Mundo de Roma, na qual Eleudis foi derrotada pela medalhista olímpica.

As jovens Débora Sala (+70kg), de 19 anos e Chiara Carminucci (63kg), de 18 completam a delegação italiana. Carminucci, campeã italiana no sub-18, dividirá o tatame com Marina Silva. Já Sala lutará com Rochelle Nunes, vice-campeã nacional sub-21 e bronze no italiano sênior.

Com o afastamento de Roberto Meloni, o elenco italiano composto por novatos está em boas mãos, uma vez que será comandado pela tetracampeã europeia e vice mundial, a técnica Laura Di Toma.

EVENTOS-TESTE NO CPJ

O Centro Pan-americano de Judô receberá outro evento-teste em 2014, a Seletiva Nacional da Base. A competição será realizada entre os dias 4 e 8 de dezembro e já conta com 800 atletas de 14 a 19 anos inscritos. 

Tudo o que sabemos sobre:
judôCentro Pan-americano de Judô

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.