CEO da Toyota deixa cargo de vice-presidente do Comitê Olímpico de Tóquio

Presidente e CEO da Toyota, Akio Toyoda anunciou nesta segunda-feira sua saída do Comitê Olímpicos dos Jogos de Tóquio-2020. Ele era um dos seis vice-presidentes da entidade. Deve ser substituído pelo presidente da Panasonic, Kazuhiro Tsuga.

Estadão Conteúdo

21 de dezembro de 2015 | 11h37

De acordo com um membro do Comitê Olímpico, Toyoda teria se afastado do cargo por precaução para evitar possível conflito de interesses, uma vez que a organização dos Jogos de Tóquio-2020 vem buscando cada vez mais o apoio da comunidade empresarial local. Além disso, a Toyota é uma das principais patrocinadoras da Olimpíada.

Toyoda informou que pretende seguir tentando aproximar as empresas do Comitê Olímpico, mas com função somente do lado corporativo. "Decidi reorganizar minhas tarefas e intensificar meus esforços para apoiar a comunidade empresarial, com objetivo de realizar uma grande Olimpíada", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.