César Cielo é eleito o melhor nadador do NCAA

Organização do campeonato proibiu a utilização de super-traje para preservar a igualdade de condições

Agência Estado

30 de março de 2008 | 21h06

O nadador César Cielo venceu, na noite de sábado, a prova das 100 jardas livre (cerca de 91 m) do Campeonato Universitário Americano, o NCAA, e ainda bateu o recorde do torneio, ao superar a distância em 40s92. O brasileiro também foi eleito, pela segunda vez consecutiva, o melhor nadador da competição. "O prêmio foi muito merecido", disse o técnico Richard Quick, que orienta Cielo na Universidade de Auburn, no Alabama. "Ele é um dos nadadores mais talentosos que já passaram pelo NCAA."  Veja também: Veja os recordes e entenda como funciona o maiô LZR Racer Você acha que o macacão Fastskin pode ser considerado doping?Classificado para os Jogos de Pequim nas provas dos 50 e 100 m livre, Cielo não vestiu o polêmico maiô LZR Racer - a organização do campeonato proibiu a utilização do traje da Speedo, para preservar a igualdade de condições entre os competidores, já que nem todos os atletas teriam condições de obter a roupa.  Isso, entretanto, não impediu Cielo de superar marcas importantes - foi o primeiro atleta na história do torneio a nadar as 100 jardas abaixo dos 41 s e de bater o recorde (que era dele mesmo) nas 50 jardas livre, quando venceu a prova em 18s47, quinta-feira, melhorando a marca em 22 centésimos. "Fazer este tempo nas 100 jardas livre, além de nadar as 50 jardas abaixo de 18s50, é inacreditável", ressaltou Quick, lembrando que o brasileiro tem se mostrado como um dos mais rápidos nadadores universitários. "Ele será lembrado por muito tempo por causa das grandes marcas que tem conquistado em sua carreira." Cielo aparece como um dos postulantes a medalhas olímpicas nas provas de velocidade de Pequim. Atualmente, tem a 4ª melhor marca do ano nos 100 m livre (48s49) e a 7ª nos 50 m livre (22s01). Ambos os tempos foram obtidos no Grand Prix de Missouri, em fevereiro.  DE VOLTA À PISCINANa sexta-feira, Cielo volta a pensar na Olimpíada. O velocista, assim como Kaio Márcio (com índice para os 100 m e 200 m borboleta), competem no Grand Prix de Ohio, que termina no domingo. Lá, encontrará vários atletas que também estarão em Pequim - entre eles, o fenômeno Michael Phelps. Também já garantidos em Pequim, Flávia Delaroli (índice nos 50 m livre), Henrique Barbosa (100 m peito) e Nicholas Santos (50 m livre, também entram em ação a partir da sexta-feira, mas no Grand Prix de Stanford, em Palo Alto, na Califórnia. As nadadoras Monique Ferreira, Tatiana Lemos, Manuella Lyrio e Joanna Maranhão também competem nos EUA, ainda em busca de vaga para a Olimpíada.

Tudo o que sabemos sobre:
NataçãoCésar Cielo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.