Marcos de Paula/Estadão
Marcos de Paula/Estadão

Cesar Cielo fatura o ouro nos 50m borboleta na França

No domingo, brasileiro tenta ganhar os 50m livre

AE, Agência Estado

06 de julho de 2013 | 15h08

VICHY VAL D'ALLIER - No primeiro dia de disputa do Aberto da França de natação, na cidade de Vichy Val D''Allier, o brasileiro Cesar Cielo mostrou superioridade para conquistar a medalha de ouro na prova dos 50 metros borboleta. Com o tempo de 23s15, a sua melhor marca do ano para a prova, o campeão olímpico e mundial ficou na frente do francês Florent Manaudou (23s61) e do russo Evgeny Korotyshkin (23s74), que completaram o pódio.

Na série de classificação, Cesar Cielo fez o tempo de 23s77 e só ficou atrás de Manaudou. Na final, na raia 5, conseguiu uma boa saída e com 30 metros de prova já estava uma braçada à frente do francês. A sua marca de 23s15 foi comemorada pelo brasileiro, já que seu objetivo era baixar o tempo de 23s16 que havia feito no Troféu Maria Lenk, em maio passado.

No Mundial de Desportos Aquáticos de Barcelona, no fim deste mês, Cesar Cielo vai brigar pelo bicampeonato nos 50m borboleta (levou o ouro em Xangai, na China, em 2011), prova em que teve um pouco mais de dificuldade na temporada por causa da cirurgia nos joelhos, há oito meses. "Vai ser uma competição dura a de Barcelona, com vários nomes podendo brigar pelo ouro. Acho, inclusive, que o Brasil pode fazer uma dobradinha no pódio no borbo porque temos também o Nicholas Santos", disse o nadador brasileiro. O melhor tempo de Cielo na distância, na era pós-trajes, é o atual recorde sul-americano de 22s76, estabelecido em abril do ano passado.

Neste domingo, Cesar Cielo volta à piscina para nadar os 50 metros livre no Aberto da França e, novamente, quer fazer seu melhor tempo do ano. No Troféu Maria Lenk, levou a medalha de ouro com 21s57, que foi o seu índice para o Mundial e é o atual quarto tempo do ranking mundial da Fina.

OUTROS BRASILEIROS

Na mesma prova de Cielo deste sábado, nos 50m borboleta, Thiago Pereira disputou a final e ficou na oitava e última colocação com o tempo de 24s21. O nadador ainda disputou os 100 metros costas e ficou com a sexta posição da final com a marca de 56s07. Neste domingo, nadará a sua especialidade, que é os 200 metros medley.

Quem também participa do Aberto da França, mesmo sendo deficiente físico (teve paralisia infantil por reação vacinal ainda criança), é André Brasil. O nadador, dono de cinco medalhas nas Paralimpíadas de Londres/2012 (três ouros e duas pratas), competiu neste sábado nos 50m borboleta e nos 100 metros livres - ficou em 31.º na primeira prova e em 19.º na segunda. Seu foco é na preparação para o Mundial Paralímpico, em agosto, na cidade de Montreal, no Canadá.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.