Fernando Soutello/Divulgação
Fernando Soutello/Divulgação

César Cielo faz seu melhor tempo do ano na prova dos 100 m livre

O nadador cravou 48s66 no primeiro dia da Tentativa Mundial realizado no complexo Julio Delamare

AE, Agência Estado

20 de abril de 2011 | 22h00

RIO - Já classificado para o Mundial de Desportos Aquáticos de Xangai, Cesar Cielo foi mais rápido nos 100 m livre, nesta quarta-feira, no primeiro dia da Tentativa Mundial. A competição realizada na piscina do Júlio Delamare, no Rio, serve para que os nadadores brasileiros façam tomadas de tempo visando o índice para a competição na China, em julho.

Usando a competição apenas como treinamento, Cielo marcou 48s66, tempo que, ao lado do conquistado pelo australiano Matthew Targett, coloca o brasileiro com a sétima melhor marca do ano. No GP de Michigan, sua última competição, ele havia feito 49s12.

Cielo é o único brasileiro com índice na prova. No Pan-Pacífico do ano passado, o campeão mundial nadou a prova em 48s48, 26 centésimos abaixo do índice exigido pela Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) e que foi batido por ele também nesta quarta-feira. Ele também já está garantido nos 50 m livre e nos 50 m borboleta - prova não-olímpica.

"Me surpreendi. Estava esperando tempo mais alto. Em Irvine, no Pan-Pacífico, fiz tempo melhor, mas aqui nadei muito mais fácil e bem mais consciente. Em Michighan, terminei cheio de dor, principalmente quando vi o Phelps (Michael Phelps) chegando muito rápido", lembrou Cielo, que bateu o norte-americano na ocasião.

Nos 100 m, a prova desta quarta-feira serviu apenas para mudar a ordem da equipe de revezamento. César Cielo tem o melhor tempo, seguido de Nicolas de Oliveira. Bruno Fratus e Nicholas Santos melhoraram seus tempos e ultrapassaram Henrique Rodrigues, que vira reserva, pelo menos até a terceira chance de índice, no troféu Maria Lenk, daqui a duas semanas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.