Paulo Whitaker/Reuters
Paulo Whitaker/Reuters

Cesar Cielo leva ouro com ótimo tempo nos 50m livre no Troféu José Finkel

Ele venceu a prova com quase um segundo de folga sobre Nicholas Santos, o segundo colocado

AE, Agência Estado

21 de agosto de 2012 | 20h34

SÃO PAULO - Os três principais nadadores do Brasil dos últimos anos já estão garantidos no Mundial em Piscina Curta (25 metros), que acontecerá em dezembro, em Istambul, na Turquia. Depois de Cesar Cielo garantir índice nos 50 metros livre no dia anterior, Thiago Pereira, nos 400 metros medley, e Kaio Marcio Almeida, nos 100 metros borboleta, também se classificaram nesta terça-feira, durante a disputa do Troféu José Finkel de Natação, no clube Sesi, em São Paulo.

Nesta terça-feira, Cielo mostrou que está em ótima forma mesmo depois de ficar sem a medalha de ouro na Olimpíada de Londres - ficou com o bronze nos 50 metros livre. Ele venceu a prova no Troféu José Finkel com quase um segundo de folga sobre Nicholas Santos, o segundo colocado. O tempo de 20s59 é o segundo melhor do mundo desde o fim da era dos maiôs tecnológicos - o primeiro também é do brasileiro, a marca que lhe deu o título mundial em Dubai/2010 (20s51).

Nem ele próprio esperava um resultado tão bom na competição em São Paulo, em que o desgaste após a Olimpíada é evidente. "Eu estou surpreso porque a sensação está muito ruim. Foi mais difícil passar sem respirar. O placar está me surpreendendo", comentou Cielo, em entrevista ao SporTV logo depois da prova. Ele já havia marcado 21s19 nas semifinais da prova na segunda-feira, quando fez índice necessário para ir ao Mundial de Istambul.

Outro que foi além do esperado foi Thiago Pereira. Nos 400 metros medley, prova em que conquistou a medalha de prata na Olimpíada de Londres, ele fez o tempo de 4min01s91, superando com folga o índice de 4min06s96 para o Mundial, e ficou com o ouro.

"Eu estou bem surpreso com esse tempo. Eu queria garantir logo o índice para o Mundial. Mas não esperava nadar 4m01. Foi uma surpresa boa", comemorou Thiago Pereira, que revelou motivação para o Troféu José Finkel após a conquista da medalha olímpica.

Já Kaio Marcio Almeida, que decepcionou em Londres e nem chegou às finais, conquistou o índice para o Mundial nos 100 metros borboleta, ainda nas semifinais, com a marca de 50s50 - a marca exigida era de 50s98. Ele, porém, ainda não decidiu se vai à competição na Turquia ou se irá tirar férias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.