Chavez se despede do boxe em janeiro

O boxeador mexicano Julio Cesar Chavez, de 41 anos, ex-campeão mundial dos superpenas, leves e meio-médios-ligeiros, fará sua despedida do boxe em janeiro, na Cidade do México. O duelo ainda não tem data definida, mas o adversário será o porto-riquenho Hector ?Macho? Camacho. ?Julio Cesar merece a maior homenagem do povo mexicano por tudo que conseguiu em sua gloriosa carreira?, afirmou José Sulaymán, presidente do Conselho Mundial de Boxe (CMB). Chavez e Camacho se enfrentaram em 12 de setembro de 1992, com vitória do mexicano, por pontos, após 12 assaltos. Dono de um técnica invejável, de uma poderosa pegada e de uma resistência incomum, Chavez acumulou triunfos épicos sobre Edwin Rosario, José Luis Ramírez, Rocky Lockdrige, Meldrick Taylor, Roger Mayweather, Sammy Fuentes, Camacho, Juan Laporte e Tony Lopez. Em 21 anos de carreira, Chavez somou 111 lutas. Foram 104 vitórias (85 nocautes), dois empates e cinco derrotas. Seu último combate foi em 24 de novembro de 2001, quando derrotou, por nocaute técnico no segundo assalto, o desconhecido Terry Thomas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.