Isreal Lopez/AP
Isreal Lopez/AP

Chefe de equipe aposta em retorno rápido de Armstrong

'Uma clavícula quebrada em março não compromete necessariamente o desempenho na Volta da França', disse

AE-AP, Agencia Estado

24 de março de 2009 | 11h16

O belga Johan Bruyneel, chefe da equipe Astana, afirmou nesta terça-feira que aposta na recuperação de Lance Armstrong para as duas principais provas do ano, o Giro d''Itália e a Volta da França. O ciclista norte-americano fraturou a clavícula direita na segunda, após um acidente na Volta de Castilla e Léon, na Espanha.

Veja também:

linkLance Armstrong volta aos EUA para iniciar tratamento 

linkArmstrong diz que pode ficar fora da Volta da França  

"Não acho que isso mude alguma coisa. Uma clavícula quebrada em março não compromete necessariamente o desempenho na Volta da França", afirmou o comandante da equipe defendida por Armstrong. A prova francesa acontece entre 4 e 26 de julho.

Até mesmo para o Giro d''Itália, entre 9 e 31 de maio, Bruyneel mostrou-se otimista. "Acho que é perfeitamente possível", afirmou.

Armstrong embarcou nesta terça-feira para os Estados Unidos, para fazer o tratamento em casa, na cidade de Austin, no Texas. Ele corre o risco até de passar por uma cirurgia, o que será decidido em novos exames médicos a serem feitos nos próximos dias.

Maior nome do ciclismo mundial, com sete títulos da Volta da França no currículo, Lance Armstrong está voltando neste ano às competições profissionais, três anos e meio depois de ter anunciado sua aposentadoria.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.