Chelsea e City fazem final antecipada

Chelsea e Manchester City fazem hoje em Wembley uma das semifinais da Copa da Inglaterra. O clássico é praticamente uma final antecipada, porque o primeiro finalista é o modesto Wigan - que ontem bateu o Milwall, da Segunda Divisão, por 2 a 0 e vai decidir o título pela primeira vez em seus 81 anos de história.

LONDRES, O Estado de S.Paulo

14 de abril de 2013 | 02h10

A Copa da Inglaterra ganhou importância para ambos desde que o Manchester United disparou na liderança do Campeonato Inglês. Os Diabos Vermelhos têm 12 pontos de vantagem para o City (77 a 65) e podem ampliá-la hoje - enfrentam o Stoke City fora de casa.

Correndo atrás do prêmio de consolação, as duas equipes têm problemas na escalação. O Chelsea espera poder contar com o atacante Demba Ba e o lateral Ryan Bertrand, recuperados de contusão, mas fora de forma. Os defensores Ashley Cole e Gary Cahill permanecem fora.

O Manchester City vai esperar até a última hora para definir a participação de David Silva e Kun Aguero no jogo.

O meia espanhol tenta se recuperar de uma lesão muscular, mas tem menos chances de ser liberado. O atacante argentino reclama de dores no joelho direito.

Ontem foram disputadas cinco partidas pelo Campeonato Inglês, com os seguintes resultados: Arsenal 3 x 1 Norwich, Reading 0 x 0 Liverpool, Aston Villa 1 x 1 Fulham, Everton 2 x 0 Queens Park Rangers e Southampton 1 x 1 West Ham.

França. O Paris Saint-Germain abriu dez pontos de vantagem sobre o Olympique de Marselha (que hoje jogará como visitante contra o Lille) ao bater ontem o lanterna Troyes fora de casa por 1 a 0. O gol foi marcado por Matuidi aos 20 minutos do segundo tempo.

"Foi uma vitória muito importante", disse o técnico Carlo Ancelotti. "Faltam apenas seis rodadas, e depois mais um passo para conquistar o título."

O jogo de hoje do Olympique não será nada fácil, porque o Lille está em quinto lugar e luta para se manter na zona de classificação para a Liga Europa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.