Philippe Laurenson/Reuters
Philippe Laurenson/Reuters

'Chelsea está ainda mais forte esse ano' , diz Oscar

Chelsea estreia nesta quarta contra a Juventos na Copa dos Campeões, e meia fala sobre expectativas do time inglês

Entrevista com

O Estado de S.Paulo

18 de setembro de 2012 | 03h09

Uma realidade completamente diferente. É o que vive Oscar, meia formado pelo São Paulo, transferido em uma conturbada negociação com o Internacional de Porto Alegre, e que se prepara para jogar a Copa dos Campeões pelo Chelsea. Cavando seu lugar também na seleção, o jogador parece muito tranquilo quando assunto é o torneio, que terá os gigantes Barcelona, Real Madrid, Manchester United e Manchester City na disputa. O Chelsea defende o título e tenta o bicampeonato da Copa, que apenas o Milan conseguiu, em 1989 e 1990, enquanto Real e Barcelona já conquistaram  a taça nove e quatro vezes, respectivamente.

Como está a preparação do Chelsea para a competição?

Eu, particularmente, estou muito ansioso e ao mesmo tempo muito feliz de participar de uma competição como essa. Nosso primeiro jogo já é contra a Juventus, um grande time da Itália, mas a Copa dos Campeões é assim, só com grandes jogos. Queremos começar com o pé direito e temos treinado muito para isso. O Chelsea está ainda mais forte esse ano.

Como atual campeão e favorito para ser líder do grupo ao lado da Juventus, o Chelsea vê o Shakhtar Donetsk como uma ameaça?

O Shakhtar Donetsk possui um grande time, que vem fazendo um bom trabalho nas últimas Copas dos Campeões. É uma equipes que, até por ter muitos brasileiros, eu sempre gostei de acompanhar. Nossa chave está muito equilibrada, sem favoritos. São três times muitos fortes que vão brigar por apenas duas vagas.

O Chelsea perseguiu durante muitos anos o título da Copa dos Campeões. Agora que o time, enfim, alcançou esse objetivo, qual é o clima da torcida, da diretoria e dos jogadores para essa temporada?

Primeira veio toda aquele expectativa pelo sorteio, para saber quem a gente ia pegar quem. Agora, todos já estão no clima da competição. Vamos defender o título e sabemos que todo mundo está de olho na gente, afinal somos um forte candidato ao título.

Como está sua adaptação do futebol inglês?

Com calma, aos poucos, estou entrando no time. Tem de ter paciência. O Chelsea tem um grande elenco e sei que tenho de aproveitar as chances.

A equipe do brasileiro estréia nessa quarta, contra a Juventus, e pega o Nordsjaelland, da Dinamarca, na segunda rodada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.