Chelsea joga com a obrigação de vencer

LONDRES

, O Estado de S.Paulo

24 de janeiro de 2011 | 00h00

O Chelsea precisa desesperadamente vencer o Bolton hoje, fora de casa, pela 24.ª rodada, se quiser continuar mantendo a quarta e última vaga para a Copa dos Campeões da próxima temporada. Os Blues ocupam hoje o 4º lugar, com sete pontos a menos que o Manchester City (45), o 3º, e empatados em pontos (38) com o Tottenham, o 5º.

Ninguém consegue encontrar uma explicação convincente para o baixo rendimento no atual campeonato do time londrino, uma equipe que se acostumou a frequentar os primeiros lugares da tabela nos últimos anos. Os Blues até que iniciaram bem o ano, mas depois começaram a cair de produção e no momento nem podem pensar em título, tão longe estão do líder Manchester United (48 pontos).

Para o atacante Drogba, o time enfrenta uma série de problemas, sendo o mais grave a saída de atletas importantes, como Ballack, Ricardo Carvalho, Joe Cole, Belletti e Deco, sem que tenham sido substituídos à altura. "A verdade é que tivemos vários problemas de lesão, e o time mudou desde o ano passado. Perdemos jogadores importantes, como Ballack, Belletti, Deco, Ricardo Carvalho e Joe Cole, e seus substitutos ainda são jovens", argumenta o atacante marfinense .

Por isso, a transferência do zagueiro brasileiro David Luiz, do Benfica, vem sendo considerada urgente e até dada como certa para os próximos dias. O time português está pedido 25 milhões (cerca de R$ 56, 8 milhões) para liberar o atleta, de 23 anos. Outro que deve ser contratado é o atacante russo Andrey Arshavin, do Arsenal, que é amigo do dono do Chelsea, o também russo Roman Abramovich. Mas o negócio seria para o meio do ano.

Ontem, na única partida do campeonato, o Blackburn venceu o West Bromwich por 2 a 0.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.