Chelsea recorre a Rafa Benítez para tentar sair da crise

O espanhol Rafa Benítez foi contratado ontem com a missão de fazer o Chelsea reagir rapidamente e chegar forte ao Mundial no Japão. Ele substitui o italiano Roberto Di Matteo, demitido na madrugada de ontem por causa da derrota por 3 a 0 para a Juventus em Turim que deixou o time à beira da eliminação logo na primeira fase da Copa dos Campeões.

O Estado de S.Paulo

22 de novembro de 2012 | 02h04

Benítez tem 52 anos e estava desempregado desde dezembro de 2010, quando foi demitido logo depois de levar a Inter de Milão ao título mundial. Seu melhor trabalho foi no Liverpool, onde conquistou o título europeu de 2005 - no mesmo ano perdeu a final do Mundial para o São Paulo.

Seu contrato vale apenas até o final da temporada, em junho. O que se comenta na Inglaterra é que esquentará a cadeira para Pep Guardiola, o técnico dos sonhos de Roman Abramovich - o bilionário russo que é dono do clube. A estreia de Benítez será domingo, em Londres, contra o Manchester City pelo Inglês.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.