Chelsea só empata com time da 2ª Divisão

No Stamford Bridge, time dos brasileiros Ramires e David Luiz tropeça no modesto Birmingham pela Copa da Inglaterra

LONDRES, O Estado de S.Paulo

19 de fevereiro de 2012 | 03h06

A relação do Chelsea com seus torcedores não anda das melhores. E piorou ontem, após o decepcionante empate por 1 a 1 com o modesto Birmingham, da Segunda Divisão, pela Copa da Inglaterra. Os jogadores do Chelsea deixaram o campo do Stamford Bridge sob intensa vaia e o técnico André Villas-Boas teve de ouvir coros irônicos que pediam a volta de José Mourinho.

Ao analisar o retrospecto recente da equipe azul, fica fácil entender o descontentamento da torcida. O Chelsea chegaram ao quarto jogo sem vitória. Antes do empate de ontem, haviam dois empates, contra Swansea e Manchester United, e derrota para o Everton. O Birmingham, por sua vez, chegou à 14.ª partida de invencibilidade. A classificação só será decidida no estádio St. Andrews, casa do Birmingham.

O Chelsea demonstrou os mesmos erros dos jogos anteriores. E para complicar, ainda sofreu um gol. Aos 20 minutos, depois de cobrança de escanteio houve confusão dentro da área. O lateral David Murphy, bem posicionado dentro da pequena área, chutou para abrir o placar.

Os favoritos tiveram oportunidade de empatar logo em seguida. Em um lance de Ramires, pênalti para o Chelsea. Juan Mata se apresentou para a cobrança. Só que o espanhol bateu quase no meio do gol. Sem grande esforço, o goleiro Colin Doyle conseguiu espalmar, a bola bateu na trave e foi afastada.

No segundo tempo, Villas-Boas decidiu sacar do time o inoperante Fernando Torres e mandou a campo Drogba. Com mais vontade e movimentação, o atacante marfinense deu novo ritmo à equipe.

O problema é que o Chelsea tinha o domínio da posse de bola, tocava, mas encontrava muita dificuldade para finalizar.

Suado. O empate veio em uma jogada trabalhada pela direita. Branislav Ivanovic, que atuava como lateral direito, chegou até a linha de fundo, cruzou pelo alto e o atacante Daniel Sturridge, de cabeça, empatou a partida.

Aos 41, o Birmingham assustou. Em uma bola recuperada no campo de ataque, Nathan Redmond recebeu pela esquerda e teve de ajeitar o corpo para chutar de pé direito, mas o chute saiu fraco.

"De fato precisamos ajeitar nossa equipe. Temos a bola, mas não conseguimos criar", analisou o zagueiro David Luiz.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.